Monday, 24 September 2012

CORTAR A TODO O VAPOR MAS CORTAMOS O QUÊ?MAS CORTAMOS OS TOMATES OU SÓ CORTAMOS O PESCOÇO

Ma donde cortavam, então?

«Onde cortavam, então?», é o desafio futrebolístico do anus mirabilis in que vivemos
é verdade que 108 mil vão morrendo e se isto durar mais 8 aninhos pelo menos para 8% da população temos o problema resolvido
é verdade que nascem uns 80 mil mas também vão saindo outros tantos logo tutti frutti nice
 
Há gentes que têm visto, mas a maioria nem consegue entrar na venezuela e fica-se nas redes sociais a gastar electricidade de importação pois a nossa tem caído pouco do céu ou tem ardido toda, 
A defesa e o ataque por parte de quem dá a cara ou mesmo o cu para defender o Governo de Pedro Passos Coelho tem sido fracota até porque tirando os serviços que andam em baixa e até fazem lutos nacionais de farmacêuticos e de outras firmas que prestavam serviços orais anais e manuais e também aldrabavam o fisco e passavam receitas falsas.
 
No geral, o desafio (isto em Putocale é tudo um desafio, ganhamos é poucas medalhas e geralmente de cobre que não dão para empenhar nem derreter) menciona de alguma forma que «criticar é fácil e imprimir é mais difícil agora fácil fácil mesmo é apresentar propostas alternativas há prá i meio-milhão delas quiçá mesmo quinhentas mil como disse uma jornalista cheia de propostas para manter os 7 mil e quinhentos réis em ajudas de custo»
e segundo as taes redes sucia ais (tão antigas que até VASCO DA GAMA as levou para a índia):
"admitindo que o Governo comete erros, ou tem uma econmia que anda de rastos há 12 annos mantendo-se à custa de crédito e obras públicas pois faltam-nos bons cartéis de droga como no méxico desde 1992 a 2012 e consumimos mais do que reexportamos não conseguimos cravar mais impostos para sustentar um estado que é ele mesmo o suporte da economia, confuso? não desligue a TV que a gente vai trazer um mágico para explicar isso...
Assim Dom Sebastião, a família Só Ares e o 7º de cavalariA não deixam de afirmar que existem melhores alternativas para governar o país e de facto existem muitas e muitas alternativas, por enquanto 10 milhões e 750 mil algumas delas alterne nativas importadas mas começam a diminuir por escape do torrão nazionalle ou vão batendo as botas aos 300 e picos ao dia, empobrecendo enormemente as alterne nativasDe claro que fica fica fica lho...



com a direita ou com a esquerda no governo, com a troika ou sem a troika, dentro do euro ou fora dele a verdade é que se acabou o dinheiro. Por muita baba e ranho que chorem os media, os sindicatos e os portugueses ( entre os quais eu me não incluo que vou ser françêis ou alimão) os vossos ordenados daqui a 3 ou 4 anos perderão na melhor das hipopatamus pó teses 20 a 30%. E será uma sorte se mantiverdes o emprego como os do retail park que deitaram fogo para o fundo de investimento receber o $ do seguro (não é desse e fugir sem pagar como os finlandeses da efta têxtil e tantes outres.

É assim tão díficil perceber que deixaram de nos dar crédito agora e até 2022 e depois  e estamos a viver com um empréstimo extra-ordinário ordinário mesmo ?

..mesmo sem aumentar a tsu, o irs, e cortando nas PPP e outras rendas, tudo junto não chega para resolver a afundação que é este país que só gera empregos na con's trução civil e militarizada e anda a Pandur e a F-16 há porradas de tempo 
Nesse sentido, há um lamento da manifestação «sem soluções» de dia 21 de Setembro:
é tudo ladrões / coça-me os meus queu coço os teus / estou aqui sozinho na manife que os meus amigos foram  emigrar Não se esqueçam as gentes do marão per santa camarão que as empresas púbicas que fazem de tudo menos túneis no amarão devem 30 mil milhões de euros e isto é bué

devem 3000 a cada português
e nã querem pagar
carrada de cabrões de doutores ladrões gatunos oportunos (por acaso era oportunistas mas nã rimava)
e tude
de seringa murcha...são só velhos são só garotos que nos governam
é a brigada do reumático que nos governa / é uma cambada de putos que nos governa / é o grande capital/ são os bancos e as Mota-Engil afundadas em dívidas na C.Geral de Depósitos que pagou 700 milhões por uma coisa que nem lhe deve dar os juros de volta daqui a 10 anos
Logo Resolvam quem é que governa primeiro e arrangem alternes nativas ódespois
. Vasco da Gama Respondeu a desafios neste sentido de três pessoas diferentes, mas a alguns não phode responder por falta de tempo e disponibilidade pois está a fazer o orçamento para descobrir a Índia indo pelas águas de Portugal , pelo que fica já aqui esta resposta.

"Em primeiro lugar, diz Vasco da Gama devo dizer que me parece um desafio corajoso. Os ataques por parte dos corsários Manela AFerra o Leite, mãe e tia de muita dívida Alberto João Senhor do Jardim que é ilha maravilha , Paulo Portas Almirante dos Submarinos do actual Governo não surgem por acaso: o DesGoverno Nazionalle está com dificuldade em encontrar quem o defenda perante a velha  realidade política. Dar a cara ou o cu por este Governo na actual conjuntura pode revelar alguma falta de olho ou ditto de outro modo elogio da cegueira e falta de memória que é bastante generalizada a toda a população inclusive aos mexicanos e argentinos que vieram para cá dar aulas ou brincar aos doutores com a meninada desde 1994 até 2006, mas também revela coragem porque para defender imbecilidades ou é preciso ser muito estúpido ou muito corajoso que também é marca de estupidez nata ou Inata..
 
As pessoas não são números e as famosas «gorduras» do estado não são números são pessoas : pessoas que fazem manutenções em instiputos que trabalham em afundações que não sabem fazer mai nada senão projectos que vivem de festas e cidades europeias con cultura ou sem .O senhor dos Paços  Passos  defendia que era possível cortar na despesa do estado sem afectar as prestações sociais, que aumentaram bué com uns milhares de desempregados e pensionistas todas as semanas Fazia umas alusões a motoristas e carros caros uns meros lustres de milhões , ou ordenados verdadeiramente pornográficos 30 mil gestores públicos e directores gerais e 10 mil subes directores e 20 mil conelhos fiscaes que tudo junto nem 3 mil milhões custam e de qualque modo se forem reformados custam o mesmo, e voila: problema resolvido. Passos Coelho disse que chumbava o PECIV, porque os sacrifícios exigidos neste pacote eram excessivos e levavam ao partido a esperar pelo PECV para tirar un centos de boys e bois sucia a listas e consultores de todas as áreas políticas
Então, o que é que foi feito para atacar «as gorduras» foraM deixando que morressem ? não que o ADSE e os seguros de Saúde do Jorge Coelho dão-lhe acesso expresso a uns médicos amigos no IPO Podemos dizer que era mentira mentira men tira como o Carlos castro nas arrivistas cor de rosa ou men põe como o outro Carlos  A realidade da sua go ver nação mação con prova-o.

Neste sentido, creio que se impõe uma pequena viagem ao passado, aí à crise económica dos anos 90 no méxico ou ao Brasil de  Collor de melo ou antes dos chineses começarem a comprar pitroil soja e açúcar para juntar ao ferro começando pelo vídeo que não me canso de repetir:



Alguns tweets de Pedro Passos Coelho sem os quais não conseguiria 20? votos de imbecis que twittam:

O PSD chumbou o PEC 4 porque tem de se dizer basta: a austeridade não pode incidir sempre no aumento de impostos e no corte de rendimento.

A pior coisa é ter um Governo fraco. Um Governo mais forte imporá menos sacrifícios aos contribuintes e aos cidadãos.

Se formos Governo, posso garantir que não será necessário despedir pessoas nem cortar mais salários para sanear o sistema português.

E há muitos mais...
e a quem pagaram para os fazer...ao tweetty?


Por fim, uma pequena nota: 5000 contos de réis ou de marocas ou de cavacus tante fax sestércios ou écu's era bonito e era retro : nota de 30 mil écu's ? ó filho vais de me dar mais do que isse se me queres ir ós écu's dizia a romena ou moldava ou moldavo tante fax...Tendo em conta que algumas vezes o desafio é feito em jeito de procurar alternativas à medida relativa à Taxa Sobre Us, convém lembrar que grande parte do corte nos rendimentos que esta medida representa não vai ajudar o Estado na sua situação orçamental difícil....
Aliás, as razões para defender uma medida tão absurda parecem-me bem escrutinadas aqui:)



5ª lição sumário 24/setembro do apocalipse

Cortar aonde e a que horas.

 a)Cortar na irresponsabilidade fiscal não dá que são todos ou muito pequeninos ou grandes demais. E os pesos médios que faziam 12 milhões e meio ao ano, foram todos penhorados por dívidas à banca e até venderem os 60 mil apartamentos vagos aqui no deserto vai levar tempo.

 b)O ideal é cortar 20% na moñeda como fizeram os mexicali em 1994, é verdade que a moeda desvalorizou até aos 50% mas estamos habituados aos desvios do orçamentado.

A nova moeda podia-se chamar o Marocas e cada marocas sub-dividido em moedas de tostão equivaleria a 0,80 euros ou 80 cêntimos no ano 1 D.M.(Deuscht Mark) ou 2012 Annus Dominatrix na antiga numera a são.
 A indústria de recipientes de plástico para açambarcadores caseiros de gasoil e de farinha cresceria 600% e exportariamos para toda a união inflaccionária europeia.
 As afundações apenas receberiam uns milhões de dólares por ano ou francos suissos para os francófonos.
 O pessoal dos intiputos receberiam metade em libras esterlinas e o restante em batatas de trás-os-montes. Já o funcionalismo público poderia optar entre receber em Marocas ou em Reais. com estas simples medidas cortamos o déficit para zero.
Têm é de se apagar as luzes e a GNR volta a fazer patrulhas de cavalo ou de bicicleta para os mais abonados.
E quanto às exportações uma boa % é ouro ou adescobrem uma mina ou ao menos vão roubá-lo aos romenos e aos russos

No comments:

Post a Comment